Brasil ganha primeiro livro de Fotografia Fine Art

A obra “Fotografia Fine Art”, da fotógrafa Danny Bittencourt, ensina como desenvolver a fotografia artística através da experiência e inquietudes pessoais de cada fotógrafo, independente da área de atuação. Um passo-a-passo desde o brainstorm até a execução e tratamento de imagem.

Danny Bittencourt largou a fotografia comercial para clicar o que lhe desse na cabeça. Virou um caso de amor. Atualmente, a gaúcha é uma referência no estudo da fotografia fine art, um ramo da fotografia artística que vem ganhando adeptos no Brasil. Consolidando sua posição nesse movimento, Danny vê sair da gráfica seu primeiro livro sobre o assunto.

Pode-se dizer também que é o primeiro livro no Brasil a tratar da fotografia fine art. Bem entendido: um estilo de fotografia inventivo, que procura transpor o inconsciente do artista e transformar em imagens os mais delirantes voos de imaginação. Nada a ver, portanto, com as outras aplicações normalmente associadas ao termo, que tanto podem descrever o processo de impressão de imagens com qualidade museológica quanto o circuito de artes, exposições e colecionismo na fotografia.

57

Com Fotografia fine art , Danny busca ganhar adeptos para a causa. Na introdução, a autora adianta que a ideia é “inspirar, promover, estimular e ensinar sobre fotografia fine art”. Isso porque a fine art que ela professa não é feita para vender (em termos, pelo menos). “É aquela fotografia criada a partir de um impulso criativo de seu autor, sem pretensão de atender nenhuma necessidade convencional ou comercial”, explica no livro. “É a antítese de qualquer processo comercial — o que não significa, no entanto, que não seja ‘comercializável’”, ressalva.

Amparada pelo conhecimento de pesquisadora na área da fotografia artística, e pela atuação como professora (em março, ela inaugurou a Escola de Fotografia Artística para divulgar seus ensinamentos, além de dar aulas em universidades do Rio Grande do Sul), Danny mapeia a trajetória da fine art, cita influências e pontos de contato com outras manifestações, analisa categorias e autores e apresenta caminhos para se desenvolver uma carreira sólida na fotografia sem apelar para o mercado propriamente dito.

memoria_1

Mais do que isso, reforça o seu entusiasmo pelo estilo: “Minha expectativa é compartilhar o conhecimento adquirido em relação ao tema e expandir os horizontes de quem for ler, lembrando sempre que o que eu faço no livro é dar uma perspectiva sobre o tema, uma fatia, que não é nem pretende ser absoluta”, enfatiza.  Você pode adquirir o livro no preço especial da pré-venda no site da iPhoto Editora: www.iphotostore.com.br. O lançamento oficial do livro ocorre dia 8 de outubro, às 19h30, na Livraria Cultura  do Bourbon Shopping Country, em Porto Alegre/RS.

 

No Responses to “Brasil ganha primeiro livro de Fotografia Fine Art”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*


Current day month ye@r *